Alfândega da Bolívia destrói 19,6t de cerveja brasileira de contrabando

La Paz, 30 set (EFE).- A Alfândega Nacional da Bolívia destruiu nas últimas horas 19,6 toneladas de cerveja brasileira provenientes de contrabando e confiscadas nos últimos meses na fronteira com o Brasil, segundo um comunicado divulgado nesta sexta-feira pela instituição.

No total foram destruídos 8.411 pacotes de cerveja, que tinham um valor de US$ 83,99 mil no mercado, afirma a nota.

A ação ocorreu na região amazônica de Beni (nordeste), na cidade de Guayaramerín, fronteiriça com o Brasil.

A destruição ocorreu na presença de uma tabeliã e de funcionários do Serviço Nacional de Saúde Agropecuária e Inocuidade Alimentar, da estatal Depósitos Alfandegários Bolivianos e da Prefeitura de Guayaramerín, além de oficiais navais estabelecidos na zona.

A cerveja foi confiscada em diversas operações realizadas desde o final de 2015 pela Alfândega e as Forças Armadas para evitar o ingresso ilegal de mercadorias ao país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos