Operações militares no Níger matam 123 integrantes do Boko Haram

Niamey, 1 out (EFE).- Pelo menos 123 jihadistas do grupo terrorista Boko Haram morreram e dois foram detidos em operações compartilhadas de "limpeza" realizadas pelas forças do Chade e Níger na região de Diffa, no sudeste de Níger, desde o começo de julho.

Segundo informou na noite de sexta-feira o Ministério nigerino de Defesa através da rádio governamental, nestas operações também perderam a vida 14 militares e 29 ficaram feridos.

O porta-voz do Ministério nigerino, o coronel Mustafa Le Druel, declarou a essa emissora de rádio que nestas operações foram neutralizados esconderijos de armas e munição do Boko Haram em Diffa, e foi confiscada "uma grande quantidade de armas e munição".

Além disso, se desenvolveu de forma simultânea outra ofensiva militar das forças de Níger e Nigéria que permitiu a "libertação" das localidades de Damasak, Abadam e Gashgar, no nordeste da Nigéria, que estavam controladas pelo Boko Haram.

Outra operação militar na quinta-feira libertou dos jihadistas do Boko Haram a cidade Malam Fatori, no norte da Nigéria e perto de Níger, sem registrar perdas humanas, acrescentou a fonte.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos