Bombardeio em zona assediada de Aleppo mata 10 pessoas e fere dezenas

Beirute, 29 nov (EFE).- Pelo menos dez pessoas morreram e dezenas ficaram feridas nesta terça-feira em bombardeios contra um dos bairros assediados da cidade síria de Aleppo, controlado pelos rebeldes, de acordo com o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG informou que aviões de guerra não identificados tiveram como alvo o distrito de Bab al Nairab, na parte leste da cidade. Por sua vez, a Defesa Civil Síria - que faz resgate em áreas fora do domínio das autoridades - elevou a 25 o número de mortos nesse bombardeio, que, segundo ela, foram feitos por "aviões do regime".

O Observatório acrescentou que há intensos disparos de artilharia das forças governamentais e bombardeios de aviões e helicópteros militares contra várias partes em poder da oposição no leste de Aleppo.

Também houve ataques aéreos contra pontos da periferia da cidade como Khan Tuman, Anadan e Kafr Hamrah.

Enquanto isso, prosseguem os combates entre o Exército sírio e seus aliados e facções rebeldes e islâmicas no distrito de Al-Zahraa.

O Exército sírio retomou ontem o controle total da zona norte da metade leste de Aleppo, que estava em poder dos rebeldes. O Observatório indicou que as forças governamentais dominam agora 30% do leste de Aleppo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos