Mais bombardeios sobre província síria de Idlib deixam outros 18 mortos

Cairo, 4 dez (EFE).- Pelo menos 18 pessoas morreram neste domingo em outro bombardeio de supostos aviões russos sobre a zona de Maarrat al-Nu'man, na província síria de Idlib (norte), segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

O ataque teve como alvo a população de Maarrat al-Nu'man, principal núcleo urbano da comarca do mesmo nome, e o Observatório não ofereceu detalhes sobre as vítimas, mas especificou que quatro delas ainda não foram identificadas.

Anteriormente, a ONG informou sobre outro bombardeio de aviões de guerra não identificados contra a população de Kafer Nabel, localizada também na comarca de Maarrat al-Nu'man, onde morreram pelo menos 26 pessoas.

Entre os mortos há também um membro do corpo policial de um grupo islamita e o número de vítimas pode aumentar porque há feridos em estado grave.

Além disso, outras seis pessoas de uma mesma família perderam a vida em um ataque com barris de explosivos -utilizados habitualmente pelas forças aéreas do regime sírio- na população de Al Tamanaa, no sul da província de Idlib.

A ONG indicou que quatro mortos são menores de idade e os outros duas mulheres.

Na mesma província, foram também bombardeadas as populações de Jisr al Shugur, Khan Shaijuj, Kafer Sechna, Yeish e Al Naquir, situadas todas elas no sul da província de Idlib.

Neste último povoado morreram pelo menos duas pessoas, por isso que o número de vítimas mortais em Idlib subiu para 52 no dia de hoje.

Quase toda a província de Idlib está em mãos da Frente da Conquista do Levante (antiga filial síria da Al Qaeda) e de outras facções aliadas ao Movimento Islâmico dos Livres de Sham.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos