França prolonga estado de emergência por ameaça terrorista por mais 7 meses

Em Paris

  • Philippe Wojazer/Reuters

A França prolongará o estado de emergência, que está em vigor desde os atentados terroristas de 13 de novembro de 2015 em Paris, por mais sete meses, até 15 de julho de 2017, anunciou neste sábado o primeiro-ministro do país, Bernard Cazeneuve.

A prorrogação da medida de exceção, que ainda deverá ser submetida ao parlamento, é uma resposta à persistência da ameaça terrorista em um momento em que a França vai realizar - entre abril e junho de 2017 - eleições presidenciais e legislativas, afirmou Cazeneuve.

Na saída de um Conselho de Ministros extraordinário, o chefe de governo disse à imprensa que a decisão dará tempo suficiente para que o presidente e o parlamento eleitos analisem a situação de segurança antes de se pronunciarem.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos