Colômbia desqualifica investigação da Bolívia sobre tragédia da Chapecoense

Bogotá, 23 dez (EFE).- O diretor da Aeronáutica Civil da Colômbia, Alfredo Bocanegra, disse nesta sexta-feira que a Bolívia não é responsável e nem tem competência para dar resultados da investigação sobre a tragédia com o avião que levava o avião com a delegação da Chapecoense até Medellín, que provocou a morte de 71 pessoas no fim de novembro.

Bocanegra esclareceu que a Colômbia lidera as investigações em andamento e que já avançou o suficiente para divulgar os primeiros resultados oficiais em breve.

"A Bolívia não tem a faculdade, não tem a competência para dar resultados oficiais da investigação. Quem lidera essa investigação é a Colômbia", disse Bocanegra em entrevista a uma rádio local.

O diretor afirmou que a Aeronáutica Civil convocará uma entrevista coletiva na próxima segunda-feira para divulgar um relatório preliminar sobre a tragédia.

"Essas informações são as oficiais. Esse é o primeiro relatório preliminar. Temos muitos elementos que permitem conclusões oficiais, que já podem ser tomadas como versões oficiais, não como versões de outra índole", criticou Bocanegra.

Na última terça-feira, o governo da Bolívia afirmou que a companhia aérea LaMia e o piloto da aeronave que caiu, Miguel Quiroga, que também morreu, são os responsáveis pela tragédia.

"O que ocorreu neste trágico evento é responsabilidade direta da LaMia e do piloto", disse em entrevista o ministro de Obras Públicas e Serviços, Milton Claros, ao apresentar os resultados de uma investigação conduzida pelo governo boliviano.

"Com todo respeito pela Bolívia, quis entender que isso foi um ato de imprudência. De boa fé, mas de imprudência", afirmou o diretor da Aeronáutica Civil da Colômbia.

"Essa é uma atividade controlada por parâmetros internacionais e regulamentada pela Organização de Aviação Civil Internacional. O país onde ocorre o fato é o país da investigação. De modo que o que for dito em Bogotá é o oficial", concluiu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos