Queda de projéteis em Aleppo deixa dois mortos, apontam testemunhas

Aleppo (Síria), 23 dez (EFE).- Pelo menos duas pessoas morreram nesta sexta-feira -um homem e uma mulher- e várias ficaram feridas pelo impacto de nove bombas no sudoeste da cidade síria de Aleppo, disseram à Agência Efe testemunhas.

Os projéteis caíram no distrito residencial de Al Hamdaniya, no sudoeste de Aleppo, cidade de onde as forças governamentais sírias acabam de expulsar os rebeldes, que ficaram fortes na metade oriental.

Uma vizinha desse bairro, Rasha Nahhad, lamentou em declarações à Efe que, infelizmente, seus problemas não acabaram ainda. "Sabia que a crise não tinha acabado para nós, o povo que vive na parte ocidental da cidade", se queixou.

Este ataque ocorre menos de 24 horas depois que Aleppo fora declarada "segura" pelo Exército sírio, após o fim da evacuação dos rebeldes dos últimos territórios que tinham em seu poder a metade oriental.

Ontem à noite, após o término da evacuação, o Comando Supremo das Forças Armadas Sírias proclamou "o retorno da segurança à cidade de Aleppo após libertá-la do terrorismo e dos terroristas", em comunicado publicado em meios de comunicação oficiais.

O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV) confirmou hoje que o processo de evacuação de civis e combatentes do leste de Aleppo terminou ontem à noite e que da cidade saíram um total de 35 mil pessoas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos