Governo espanhol envia condolênicas ao povo russo por acidente áereo

Madri, 25 dez (EFE).- O governo espanhol transferiu suas "sentidas condolências" aos parentes e amigos das vítimas do acidente com um avião russo ocorrido no Mar Negro, quando a aeronave se dirigia à Síria com 92 pessoas a bordo.

"A Espanha recebeu com fundo pesar a notícia de que um avião do Ministério da Defesa da Federação Russa caiu hoje no Mar Negro causando a morte das 92 pessoas que estavam a bordo", indica o Ministério das Relações Exteriores e de Cooperação em comunicado.

No avião que caiu hoje viajavam militares, 9 jornalistas russos e 64 integrantes do coro e conjunto de dança Alexandrov, mais conhecido como o coro do Exército Vermelho, que iam participar das festividades de Ano Novo na base aérea síria de Khmeimim, onde a Rússia tem desdobrada um agrupamento de aviões de guerra.

Entre os passageiros estava também a presidente da fundação "Ajuda Justa", a médica Elizaveta Glinka, uma conhecida filantropa russa que acompanhava uma carga humanitária destinada a um hospital sírio.

Por enquanto, as autoridades russas não anteciparam nenhuma hipótese sobre as possíveis causas da tragédia aérea.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos