EUA agradecem extradição de "El Chapo" Guzmán ao governo do México

Washington, 19 jan (EFE).- As autoridades americanas agradeceram nesta quinta-feira ao governo do México pela extradição do líder do Cartel de Sinaloa, Joaquín "El Chapo" Guzmán, que responde a seis casos diferentes em cortes dos Estados Unidos por narcotráfico e posse de armas de fogo, entre outros crimes.

Em comunicado, o Departamento de Justiça americano informou que "El Chapo" Guzmán já se encontra a caminho dos EUA, onde enfrentará acusações criminais relacionadas com sua atividade à frente do Cartel de Sinaloa.

"Guzmán enfrenta seis casos separados", indicou o Departamento de Justiça, que não detalhou quais cortes estão preparando esses casos.

Guzmán, que estava detido em um presídio de Ciudad Juárez, tem como destino nos EUA a cidade de Nova York, segundo confirmou à Agência Efe uma fonte da Secretaria de Governo do México.

O homem que foi inimigo público número um dos EUA após a morte de Osama bin Laden foi extraditado justamente no último dia do mandato do presidente Barack Obama, que nesta sexta-feira cederá o poder ao republicano Donald Trump.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos