PUBLICIDADE
Topo

Forças iraquianas iniciam ataque ao aeroporto de Mossul

Forças iraquianas em ofensiva contra o Estado Islâmico - Bram Janssen/AP Photo
Forças iraquianas em ofensiva contra o Estado Islâmico Imagem: Bram Janssen/AP Photo

Em Erbil (Iraque)

23/02/2017 04h37

As forças conjuntas do Iraque começaram nesta quinta-feira (23) o ataque ao aeroporto de Mossul, um dos pontos estratégicos da metade oeste da cidade, ainda em mãos do grupo terrorista Estado Islâmico (EI).

As forças de reação rápida da Polícia Federal atacaram o aeroporto, enquanto o Exército atacou o quartel de Al Gazalani, um dos mais importantes do EI no sudoeste de Mossul, segundo anunciou o comandante das Operações Conjuntas, general Abdelamir Yarala.

Em ambas zonas se estão desenvolvendo violentos confrontos contra os combatentes do EI, segundo acrescentou o general.

Com estes ataques, foi iniciada a ofensiva dentro do perímetro urbano da metade oeste de Mossul, último reduto do EI onde foi até agora a cidade mais importante que esteve sob o domínio dos jihadistas no Iraque.

O aeroporto está localizado no acesso sul de Mossul, perto da margem do rio Tigre, que divide a cidade em duas metades.

As manobras militares nesta parte da cidade começaram no último domingo, mas até o momento, os militares tinham se limitado a libertar oito povos nos arredores da cidade e cortar as estradas que unem Mossul com a Síria, onde se encontra Al Raqqa, a capital de seu autoproclamado califado.

O objetivo dos militares na primeira fase da ofensiva era isolar completamente os terroristas e cortar seus suprimentos.

Ao mesmo tempo, a ONU, outras organizações internacionais e o governo iraquiano começaram os preparativos para receber cerca de 245 mil deslocados, que são esperados para fugir da metade ocidental da cidade nos próximos dias.