Vulcão Etna, na Itália, entra em erupção

De Roma

  • Antonio Parrinello/Reuters

    Erupção no Etna, na Sicília, não ameaça população, segundo autoridades

    Erupção no Etna, na Sicília, não ameaça população, segundo autoridades

O vulcão Etna, situado na ilha italiana da Sicília (sul), entrou em erupção e mostrou nas últimas horas explosões incandescentes de grande luminosidade, emissões de cinzas e vazamento de lava, informaram as autoridades italianas.

O Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia da cidade siciliana de Catânia informou nesta terça-feira (28) que desde as 18h (horário local, 14h de Brasília) de segunda-feira (27), a atividade na cratera sudeste, iniciada no dia 23 de janeiro, se intensificou de forma gradual.

Os tremores vulcânicos alcançaram seus níveis mais elevados durante a última noite, quando o vulcão começou a expelir lava a centenas de metros de altura.

Também houve explosões de fogo e vazamento de magma, que desceu em direção ao pico Monte Frumento Supino, segundo o instituto de Catânia.

Os fenômenos se concentraram na zona superior do vulcão ativo mais alto da Europa, e não representam um perigo para a população, embora os moradores das localidades de Zafferana e Linguaglossa, situadas nas proximidades, tenham notado uma modesta chuva de cinzas.

As autoridades italianas acompanham com atenção a situação das estradas próximas e o aeroporto de Catânia segue operando com normalidade.

O Etna tem 3.322 metros de altura e está situado na parte leste da ilha da Sicília, entre as províncias de Messina e Catânia.
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos