Papa expressa solidariedade a todos os afetados pelo ataque de Londres

Cidade do Vaticano, 23 mar (EFE).- O papa Francisco expressou nesta quinta-feira sua profunda tristeza e sua solidariedade a todos os afetados pelo ataque em Londres que deixou ontem quatro mortos, entre eles o agressor, e cerca de 20 feridos.

Este é o conteúdo do telegrama de pêsame que o secretário de Estado do Vaticano, Pietro Parolin, enviou em nome do pontífice ao arcebispo de Westminster, Vincent Nichol.

"Profundamente triste pela notícia da perda de vidas e das lesões causadas pelo ataque no centro Londres, Sua Santidade Francisco expressa sua solidariedade a todos os afetados por esta tragédia", afirma a mensagem divulgada pelo escritório de imprensa do Vaticano.

Francisco "encomenda a todos os que morreram o amor misericordioso de Deus Todo-poderoso" e "invoca a força e a paz divina sobre suas famílias afligidas, e assegura suas orações a toda a Nação neste momento".

No ataque de ontem, o agressor lançou seu automóvel contra os transeuntes que caminhavam pela ponte de Westminster, se chocou depois contra a cerca que rodeia o parlamento e recebeu vários disparos após esfaquear um dos policiais que protegiam o edifício.

Quatro pessoas morreram no atentado: o próprio agressor, um policial britânico de 48 anos, Keith Palmer, outro homem de entre 40 e 50 anos, e uma mulher de 43 anos, Aysha Frade, que tinha nacionalidade britânica e era de origem espanhola.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos