Queda de pequeno avião deixa 5 mortos no Zimbábue

Maputo, 27 mar (EFE).- A queda de um pequeno avião com registro em Moçambique causou a morte de cinco pessoas nesta segunda-feira no Zimbábue, declarou à Agência Efe o Instituto de Aviação Civil moçambicano.

"As informações preliminares das quais dispomos indicam que há um sobrevivente, cuja identidade não foi confirmada", disse o presidente do Conselho de Administração desta instituição, João de Abreu Martins, que apontou as más condições meteorológicas na região como possível causa do acidente.

O pequeno avião, um Britten-Norman BN-2 Islander, viajava com seis pessoas a bordo entre a cidade moçambicana de Beira, de onde decolou, e a cidade de Mutar, situada no Zimbábue, perto da fronteira com Moçambique.

A aeronave caiu na parte do Zimbábue da cordilheira de Machipanda, quando se aproximava do aeroporto de Mutar.

Dois dos ocupantes do pequeno avião eram pilotos e os outros quatro eram trabalhadores da marca local da empresa holandesa de infraestrutura portuária Cornelder, que, graças a um acordo com a empresa nacional de transportes moçambicana, administra o porto da segunda maior cidade do país, Beira, desde 1998.

Segundo o Instituto de Aviação Civil de Moçambique, a aeronave tinha licença para voar até 30 de abril e estava em "boas condições operacionais".

Os pilotos, além disso, contavam com ampla experiência de voo.

As autoridades do Zimbábue ficarão encarregadas da investigação do acidente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos