PUBLICIDADE
Topo

Abe e Trump combinam estreitar cooperação para lidar com Coreia do Norte

Shinzo Abe concede entrevista depois de conversa por telefone com Donald Trump - Kyodo/via Reuters
Shinzo Abe concede entrevista depois de conversa por telefone com Donald Trump Imagem: Kyodo/via Reuters

Em Tóquio

24/04/2017 03h38

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, combinaram nesta segunda-feira (24) manter uma estreita cooperação para lidar com a Coreia do Norte e pedir-lhe para frear seu programa de armas.

Ambos conversaram por telefone por cerca de 30 minutos, nos quais se mostraram "completamente de acordo" em estreitar sua cooperação para "buscar encarecidamente um autocontrole da Coreia do Norte, que continua seus perigosos atos de provocação", segundo Abe em declarações à imprensa após a conversa.

"Continuaremos lidando (com o problema) através de uma estreita colaboração com os Estados Unidos e mantendo a vigilância e a situação de alerta", declarou o premiê japonês.

Abe agradeceu a disposição do governo Trump de ter "todas as opções sobre a mesa "para lidar com Pyongyang.

Trump também conversou por telefone com o presidente chinês Xi Jinping, que lhe pediu "contenção" no trato com a Coreia do Norte.