Pelo menos 29 mortos em um ataque de rebeldes ruandeses no leste do RDC

Kinshasa, 27 abr (EFE).- Pelo menos 29 civis morreram e vários ficaram feridos em um ataque de rebeldes ruandeses na província de Kivu Norte, no leste da República Democrática do Congo (RDC), informaram nesta quinta-feira à Agência Efe fontes do Governo local.

O ataque aconteceu ontem na localidade de Masisi, quando membros do Conselho Nacional para a Renovação e a Democracia (CNRD), dissidentes das Forças Democráticas para a Liberdade de Ruanda (FDLR), atacaram a localidade com armas de fogo e facões e queimaram várias casas.

As FDLR, integradas por membros do antigo Exército ruandês e da milícia hutu ruandesa "Interahamwe" (responsáveis pelo genocídio de 1994) que fugiram para a vizinha RDC, controlam há anos a região e semeiam o terror entre a população civil com constantes assassinatos em uma região rica em minerais e diferentes recursos naturais.

O governador da província de Kivu Norte, Julien Paluku, explicou à Efe que se suspeita que o objetivo dos rebeldes era atacar posições na área das Forças Armadas do RDC (FARDC).

"Recolhemos vários corpos, enquanto que os feridos estão atualmente em um hospital de Masisi", disse, criticando que os poucos agentes da Polícia na zona não responderam ao ataque.

O nordeste da RDC está há anos afundado em um longo conflito entre vários grupos rebeldes, que semeiam o terror diariamente entre a população local, apesar da presença do Exército congolês e das forças da Missão das Nações Unidas (Monusco).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos