Confronto com militares mata 7 supostos criminosos no México

Cidade do México, 30 abr (EFE).- Sete supostos criminosos morreram em um enfrentamento com membros do exército do México no povoado de La Grulla, perto do município de Mineral de Dolores do estado de Chihuahua, informou neste domingo a procuradoria estadual.

Em um comunicado, a Procuradoria Geral do Estado indicou que, de acordo com o relatório oficial, o incidente aconteceu às 14h (horário local, 16h de Brasília) do sábado, quando 15 militares que estavam a bordo de dois veículos dirigiam-se à comunidade de Arroyo Amplio.

"Os agressores abriram fogo disparando com armas de alto poder, motivo pelo qual os militares repeliram a agressão", indicou o comunicado.

"Após o confronto, caíram cinco homens sem vida em um raio de 100 metros em uma área pedregosa, um corpo mais foi encontrado afastado do grupo, e outro a vários quilômetros do primeiro ponto", detalhou a procuradoria.

Os mortos portavam coletes à prova de balas, carregadores e, junto a seus corpos, "com visíveis feridas de bala", ficaram as armas longas que usavam.

A procuradoria estadual afirmou ainda que os mortos, todos homens, tinham entre 24 e 30 anos aproximadamente, segundo a primeira análise.

No local do confronto foram encontradas, entre vários objetos, cinco armas compridas, uma arma curta, sete coletes, e 400 cartuchos de diferentes calibres.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos