Arábia Saudita, Egito, Bahrein e EAU rompem relações diplomáticas com Catar

No Cairo

  • AFP Photo

    O emir do Catar, xeque Tamim bin Hamad al-Thani

    O emir do Catar, xeque Tamim bin Hamad al-Thani

Arábia Saudita, Egito, Bahrein e Emirados Árabes Unidos (EAU) romperam relações diplomáticas com o Catar, ao qual acusam de apoiar o terrorismo.

"O Governo do Reino (saudita) decidiu romper relações diplomáticas e consulares com o Estado de Catar, e fechar todos os portos terrestres, marítimos e aéreos" para meios de transporte de nacionalidade catariana, segundo a agência oficial saudita SPA.

O Cairo acusa o emirado de Catar de "apoiar as operações terroristas no Sinai e de intervir nos assuntos internos do Egito e dos países da região de modo que ameaça a segurança nacional árabe e favorece as diferenças dentro das sociedades árabes".

Segundo a agência oficial de notícias WAM, os EAU reiteraram o seu compromisso e apoio aos países do Golfo e acusaram o Catar de "minar a segurança e a estabilidade da região, bem como de descumprir os compromissos e acordos internacionais".

Da mesma forma que EAU, o Bahrein decidiu romper relações porque o Catar "financia o terrorismo", que está associado com o Irã, informou a agência oficial bareinita BNA.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos