Holanda financiará implantes mamários para transexuais

Em Haia

  • Getty Images

A ministra holandesa de Saúde, Edith Schippers, anunciou nesta sexta-feira (16) que dedicará 2,8 milhões de euros (cerca de R$ 10,3 milhões) do orçamento anual do Ministério para financiar os implantes mamários para os transexuais, porque os tratamentos hormonais não têm o efeito esperado no que diz respeito ao crescimento dos seios.

Em uma carta ao Parlamento, Schippers disse que o fato de "não notar crescimento dos seios" pode ser um "sério obstáculo" na transição dos transexuais.

"Acredito que é importante reduzir este obstáculo, levando em conta a posição sócio-econômico das transexuais. Um esquema de subsídios para a compensar as próteses mamárias desde uma perspectiva de emancipação transexual pode contribuir para isto", acrescentou a ministra.

A partir da primavera do próximo ano, transexuais poderão fazer uso deste subsídio para se submeter a cirurgias de aumento mamário.

Schippers também anunciou que o governo quer estabelecer normas sobre os tempos de espera nas clínicas de gênero e sexualidade.

"Seria bom que também houvesse regras para este tipo de atendimento", afirmou, em referência às denúncias de vários grupos sobre os "inaceitáveis" longos períodos de espera nestas clínicas.

Não obstante, insistiu na dificuldade de reduzir as listas de espera, já que o número de solicitações cresce mais rápido que a capacidade das clínicas.

Também apontou para a necessidade de negociar com as seguradoras de saúde para proporcionar este tipo de atendimento aos pacientes e para melhorar a qualidade dos tratamentos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos