Autoridades chilenas encontram 11 montanhistas perdidos há 2 dias em vulcão

Santiago do Chile, 26 jun (EFE).- As autoridades do Chile informaram nesta segunda-feira que encontraram os 11 montanhistas perdidos há dois dias no alto do vulcão Lonquimay, no sul do país.

"As 11 pessoas estão em boas condições, já que afortunadamente possuíam conhecimento da vida na montanha", afirmou à emissora "CNN Chile" o diretor da Corporação Nacional Florestal (Conaf) da região de La Araucanía, David Jouannet.

O grupo, proveniente de Santiago, foi declarado desaparecido depois que, no sábado à tarde, a irmã de um deles recebeu uma mensagem de texto que alertava que estavam perdidos.

As equipes de emergência constataram o desaparecimento ao encontrar os seus veículos cobertos de neve na ladeira do vulcão e verificar que os 11 turistas não se tinham registrado com os guardas do parque.

Estas pessoas, de entre 40 e 61 anos, pertenciam ao Club Andino Los Malayos, razão pela qual contavam com todos os recursos e instrumentos necessários para subir a montanha.

Jouannet detalhou que um helicóptero da polícia avistou os montanhistas, enquanto agora "há três helicópteros trabalhando para socorrer estas pessoas e poder tirá-las do local".

Além disso, o diretor regional da Conaf afirmou que o "excesso de confiança e a irresponsabilidade" provocaram a desorientação dos alpinistas.

O vulcão Lonquimay pertence à região de La Araucanía e se situa na cordilheira dos Andes, a 2.865 metros acima do nível do mar.

A sua mais recente erupção foi em 1988 e atualmente é monitorado do centro vulcanológico da cidade de Temuco.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos