Polícia australiana acusa encarregado de finanças do Vaticano de pedofilia

Bangcoc, 29 jun (EFE).- A polícia do estado australiano de Victoria acusou nesta quinta-feira (data local) o cardeal George Pell, encarregado das finanças do Vaticano, de supostos delitos de pedofilia, e lhe convocou a comparecer perante um tribunal no próximo mês.

Pell, máximo representante da igreja católica australiana, é suspeito de ter abusado sexualmente de menores quando era sacerdote na cidade de Ballarat (1976-80) e quando foi arcebispo de Melbourne (1996-2001), ambas em Victoria.

A polícia deste estado confirmou em maio que investigava o cardeal, que então, através de um porta-voz, defendeu sua inocência e atribuiu as acusações a uma campanha de difamação.

O subdelegado da polícia de Victoria, Shane Patton, disse que a acusação foi apresentada aos representantes de Pell em Melbourne, com um requerimento para que o cardeal compareça perante um tribunal da cidade em 18 de julho.

"O cardeal Pell enfrenta múltiplas acusações em relação a delitos sexuais e há múltiplas denúncias relacionadas com essas acusações", disse Patton em coletiva de imprensa.

Pell foi interrogado em outubro do ano passado em Roma por policiais australianos sobre as acusações por supostos abusos sexuais ocorridos entre 1976 e 2001.

Entre as acusações estão a de dois homens que asseguram que Pell tocou em seus genitais de forma inadequada na década de 1970, enquanto um terceiro assegura ter visto o prelado expor-se nu perante rapazes jovens.

Não é a primeira vez que o hierarca religioso é acusado de abusos sexuais, já que em 2002, quando era arcebispo de Sydney, um homem garantiu ter sofrido abusos sexuais por ele em 1961, quando tinha 12 anos e Pell estava se formando para ser sacerdote.

As investigações desse caso inocentaram George Pell, que em fevereiro deu seu testemunho por videoconferência perante uma comissão governamental australiana que investiga abusos sexuais a menores no seio de organizações e instituições públicas, religiosas e sociais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos