Ataque com 2 mulheres suicidas deixa 2 mortos em campo de refugiados em Níger

Niamey, 29 jun (EFE).- Pelo menos duas pessoas morreram e 11 ficaram feridas em um atentado realizado na noite de quarta-feira por duas mulheres suicidas em um campo de refugiados de Kabelawa, no sudeste de Níger.

Fontes de segurança informaram à Agência Efe nesta quinta-feira que as duas mulheres aproveitaram um momento de relaxamento da vigilância policial para entrar no campo e explodir os artefatos que carregavam junto ao corpo.

As autoridades locais, lideradas pelo governador da região de Diffa, Mahamadou Laouali, foram ao acampamento de Kabelawa para se informar sobre a situação.

"Desde que começaram os ataques do grupo terrorista Boko Haram na região, é a primeira vez que um campo de refugiados é alvo direto de um atentado suicida", explicou à Agência Efe o ativista Hamadou Boubacar, que atua em Diffa.

O ataque ocorreu em um momento que as autoridades regionais, em coordenação com o governo do Níger, decidiram acelerar as medidas relacionadas com o estado de emergência declarado no país.

Entre as novas iniciativas está a suspensão parcial do toque de recolher, que limitava a circulação de pessoas durante a noite.

Além disso, Boubacar afirmou que a presença de tropas multinacionais, compostas por soldados da Nigéria, do Níger e do Chade, reduziu consideravelmente a ameaça do Boko Haram.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos