Inundações no nordeste da Índia deixam 1,2 milhão afetados e 32 mortos

Nova Délhi, 10 jul (EFE). - Mais de 1,2 milhão de pessoas foram atingidas pelas fortes chuvas e inundações que castigam o estado de Assam, no nordeste da Índia, que já deixaram também 32 mortos no último mês, sete deles só nas últimas horas.

Entre as vítimas estão três crianças e dois adultos que se afogaram. As demais morreram depois de um deslizamento de terra, conforme as informações mais recentes da Autoridade de Gestão de Desastres de Assam (ASDMA).

"A situação piorou nos últimos dois dias, mas ainda está sob controle, pelo menos do ponto de vista administrativo", explicou à Agência Efe o chefe regional da Autoridade de Gestão de Desastres, Rajesh Prasad.

Conforme explicou, a situação piorou no fim de semana devido às fortes chuvas no estado de Arunachal Pradesh, que estão afetando diretamente os distritos de Assam.

Do total de afetados, 18.300 estão em 150 acampamentos criados pelas autoridades para ajudar na situação. Ao todo, 20 dos 35 distritos estão alagados e as perdas materiais foram enormes e mais de 105 mil hectares de cultivos estão debaixo d'água

Estes incidentes meteorológicos são comuns no sul da Ásia na época de mais intensidade das chuvas de monção, principalmente entre julho e agosto, quando costumam deixar centenas de mortos e milhões de afetados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos