Mediador da ONU acredita que conflito sírio entrou em fase de "simplificação"

Genebra, 10 jul (EFE).- O enviado especial da ONU para a Síria, Staffan de Mistura, disse nesta segunda-feira que o conflito sírio pode estar entrando em uma fase de "simplificação" ao começar a se concretizar a batalha final contra o Estado Islâmico (EI) e após a implementação de zonas de distensão em vários lugares do país.

"Talvez estejamos sendo testemunhas da fase de simplificação do conflito mais complicado do nosso tempo", afirmou De Mistura em uma coletiva de imprensa.

O mediador se dirigiu à imprensa nesta segunda-feira, o primeiro dia de uma nova rodada de negociações para conseguir um acordo político que ponha fim a sete anos de guerra.

"Otimista" e deixando claro que esta análise era "pessoal", o mediador disse considerar que pouco a pouco estavam se "desconstruindo as capas e agendas" que faziam da Síria um conflito tremendamente complicado de ser resolvido, motivo pelo qual acreditar existir "um alto potencial de progresso".

Staffan de Mistura argumentou dizendo que a recente reconquista da cidade iraquiana de Mossul do EI e a retomada de Raqqa, no norte sírio, mostram o claro interesse da comunidade internacional em derrotar os jihadistas, que são um obstáculo para a paz na Síria.

Além disso, disse que a concretização das zonas de distensão no país árabe, incluindo o cessar-fogo decretado ontem no sudoeste, era uma clara demonstração da queda da violência.

Após esses acontecimentos, o próximo passo deveria ser a "estabilização" destas zonas, cujo controle teria que ser "interino".

Questionado sobre ao que se referia com a palavra "interina", explicou que é preciso evitar a todo custo que o país se divida em zonas controladas por um grupo ou outro, e que todos deveriam assumir o objetivo comum de preservar as integridades territoriais da Síria.

Sobre o processo negociador em Genebra desta semana, o mediador advertiu que não é necessário esperar nenhum avanço significativo, e que todo o trabalho conseguido "somará" e poderá ser usado "no momento oportuno".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos