Atirador de Las Vegas transferiu US$ 100 mil para conta nas Filipinas

Los Angeles (EUA), 3 out (EFE).- Autor do massacre que matou 59 pessoas e deixou mais de 500 feridos em Las Vegas, Stephen Paddock, de 69 anos, transferiu US$ 100 mil na semana passada para uma conta nas Filipinas, país de onde é sua esposa, Marilou Danley.

Segundo a emissora "NBC", Danley estava nas Filipinas quando Paddock abriu fogo contra as 22 mil pessoas que se divertiam em um festival de música country ao ar livre em Las Vegas.

As autoridades não sabem para quem ele enviou o dinheiro.

Danley, de 62 anos, tinha viajado para Hong Kong no último dia 25 de setembro, três dias antes de Paddock ter feito check-in em um quarto do hotel Mandalay Bay, de onde atirou contra o público.

Fontes da investigação do massacre disseram à "NBC" que Danley retornará aos Estados Unidos amanhã.

Segundo essas mesmas fontes, o casal começou a sair na última primavera e vivia em Mesquite, que fica a cerca de 130 quilômetros do local do incidente. Na casa deles, a polícia encontrou nesta segunda-feira, já depois do ataque, 19 armas de fogo.

No quarto do Mandalay Bay, Paddock tinha 23 armas além de explosivos.

A Polícia de Las Vegas afirmou na segunda-feira que não considerava a hipótese de Danley estar envolvida no tiroteio.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos