Turquia detém estrangeiros suspeitos de fazerem parte do EI

Istambul, 28 out (EFE).- A polícia da Turquia deteve neste sábado mais de 60 pessoas, quase todas estrangeiras, sob a suspeita de fazerem parte das redes do grupo jihadista Estado Islâmico (EI), a maior parte delas em Ancara.

Durante uma grande batida simultânea em vários distritos da capital turca, a polícia deteve 49 estrangeiros, de uma lista de 55 indivíduos suspeitos, segundo a agência turca semipública "Anadolu".

O braço antiterrorista da polícia turca verificou que alguns dos detidos estavam se preparando para cometer um atentado terrorista durante as cerimônias do Dia da República, celebrado amanhã, assegurou a citada agência, sem dar mais detalhes.

Além disso, acredita-se que alguns tinham participado de combates em outros países.

Horas mais tarde, a polícia deteve em outra operação quatro suspeitos em Istambul, supostamente enquanto estavam preparando um atentado em um shopping.

A polícia tinha seguido os suspeitos, dos que dois eram mulheres, e os deteve junto ao seu veículo no estacionamento aberto de um shopping de Bayrampasa, na parte europeia de Istambul.

Três dos detidos foram transferidos às dependências policiais e o quarto, ferido em um pé por um disparo, foi levado ao hospital, afirmou a "Anadolu".

O veículo dos suspeitos foi detonado por meio de uma explosão controlada, mas as investigações em relação à ação planejada continuam.

Ao longo do dia de hoje, a polícia deteve ainda cinco supostos membros do EI de nacionalidade síria em Esmirna, terceira cidade da Turquia e situada no litoral do mar Egeu, e outros cinco, também sírios, em Sanliurfa, no sudeste do país.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos