Confrontos étnicos na RDC deixam saldo de 19 mortos

(corrige título)

Kinshasa, 23 nov (EFE).- Pelo menos 19 pessoas morreram em um confronto entre membros das tribos twa (pigmeus) e banto na região de Pweto, no sudeste da República Democrática do Congo (RDC), confirmou nesta quinta-feira o Governo local.

A luta pelo controle dos tanques de pesca poderia ser o principal causador desta tensão étnica, segundo o Executivo congolês.

A batalha aconteceu ontem em Pwete, área na fronteira com a Zâmbia, onde ambas as tribos coexistem entre desordens recorrentes que, em algumas ocasiões como esta, acabam com um alto número de mortos por ferimentos de flechas, facões e machados.

"A situação é ainda confusa em Pweto, onde várias aldeias ficaram reduzidas a cinzas e a Polícia foi para a região para restabelecer a segurança e a tranquilidade", segundo o ministro de Comunicação congolês, Lambert Mende.

Mebde anunciou que o Ministério de Interior abriu uma investigação junto com as autoridades provinciais para esclarecer as causas do confronto e tentar mediar entre as comunidades com o objetivo de evitar futuros conflitos.

O balanço provisório é de pelo menos oito aldeias de bantos que foram queimadas por milicianos twa, o que causou "grandes movimentos de populações deslocadas para a vizinha Zâmbia", segundo Mende.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos