PUBLICIDADE
Topo

Mais confrontos islamitas acontecem no Paquistão

26/11/2017 05h55

Islamabad, 26 nov (EFE).- Os islamitas que há 19 dias bloqueiam uma das principais entradas para Islamabad voltaram neste domingo a enfrentar a Polícia, enquanto o Exército tomou posições em prédios do Governo, um dia depois de uma fracassada operação policial que causou seis mortos e centenas de feridos.

"Os manifestantes jogaram pedras contra os agentes e queimaram várias motocicletas das forças de segurança", informou à Agência Efe um porta-voz da Polícia da capital do Paquistão, Zia ul Qamar.

Outra fonte policial que preferiu manter o anonimato declarou à Efe que os manifestantes queimaram, além disso, um posto de controle policial e um carro das forças de segurança na região onde protestam.

Os novos confrontos aconteceram um dia depois que as forças de segurança fizeram uma operação, que não teve sucesso, para dissolver o protesto do clérigo Khadim Hussain Rizvi, que reivindica a renúncia do ministro de Justiça, Zahid Hamid, por causa de uma mudança na forma de tomar o juramento de candidatos eleitos, feito que consideram blasfêmia contra o Islã.

Nos confrontos de ontem morreram pelo menos seis pessoas e 192 ficaram feridas, disse à Efe a porta-voz do serviço paquistanês de Resgate 1122, Deeba Shahnaz.