ONU alerta para risco de fome na RD Congo devido a conflito armado

Nairóbi, 17 jan (EFE).- As Nações Unidas alertaram nesta quarta-feira para o risco de fome na República Democrática do Congo devido aos conflitos armados que obrigaram centenas de milhares de agricultores a fugir das suas terras e perder suas colheitas.

Em um comunicado conjunto, a Organização da ONU para Alimentação e Agricultura (FAO), o Fundo para a Infância (Unicef) e o Programa Mundial de Alimentos (PMA) lamentam a falta de ajuda humanitária: na região de Kasai, apenas 12,5% dos 3,2 milhões de afetados a recebeu em dezembro deste ano.

O documento indica que mais de 750.000 pessoas continuam longe dos seus lares e que as cerca de 630.000 que retornaram às suas aldeias, destroçadas pelo conflito, necessitam de ajuda para retomar a produção de alimentos, já que 90% destas comunidades rurais tem dependência absoluta da agricultura.

"A agricultura é a única forma de voltar a ser produtivo. Não só gera comida e investimentos para as famílias, senão que também lhes devolve a esperança, a dignidade e a confiança", afirmou o representante da FAO no país, Alexis Bonte.

Especialmente preocupante é a situação das crianças, como lembra o representante do Unicef no país, Tajudeen Oyewale: "Pelo menos 400.000 menores de 5 anos sofrem de má nutrição aguda. É possível que morram, a menos que recebam apoio em matéria de saúde, água, saneamento e nutrição".

As agências da ONU asseguram estar "lutando contra o relógio" para alimentar os moradores de Kasai, mas advertem da dificuldade da tarefa devida à falta de infraestruturas, de segurança e de fundos.

"Ainda que pareça que os doadores estão começando a responder, os recursos são tristemente inadequados se forem comparados com o sofrimento humano", indicou o diretor do PMA neste país centro-africano, Claude Jibidar, que exigiu um maior compromisso do governo e da comunidade internacional.

"Se não fizerem isso de maneira imediata e coletiva, significará a morte para muita gente", sentenciou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos