Sob frio de -6ºC, Putin se banha nas águas geladas de lago russo em ritual

Em Moscou

  • AFP PHOTO / SPUTNIK / Alexey DRUZHININ

    Putin entra nas águas geladas do lago Seliger, em Tver

    Putin entra nas águas geladas do lago Seliger, em Tver

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, se banhou nesta madrugada nas águas geladas de um lago, como um cidadão russo comum, por causa da festividade do Batismo de Cristo que os ortodoxos comemoram no dia 19 de janeiro.

"Putin assistiu a uma parte da liturgia (no mosteiro Nilov na região de Tver), e depois foi se banhar por causa da Epifania no lago Seliguer", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov.

O porta-voz acrescentou que este ano as temperaturas registradas na parte central da Rússia não são tão extremas como as habituais nesta época de inverno, e "não fazia mais do que -6ºC ou -7ºC na região do banho".

Peskov afirmou que esta não é a primeira vez que Putin mergulha de cabeça nas águas geladas, já que cumpre com a tradição "há anos".

AFP PHOTO / SPUTNIK / Alexey DRUZHININ

Segundo números oficiais, junto com Putin ontem à noite tomaram parte no rito ortodoxo cerca de 1,8 milhão de pessoas em todos os cantos da Rússia.

"Na noite de 18 a 19 de janeiro foram realizadas mais de 7.300 liturgias nos templos da Rússia, enquanto que nos banhos coletivos na festividade do Batismo do Senhor participaram perto de 1,8 milhões de pessoas", disse à imprensa a porta-voz do Ministério do Interior, Irina Volk.

A Igreja russa adverte todo ano que os banhos em águas geladas só são aptos para pessoas sem problemas de saúde.

Esta semana, a Presidência russa informou que Putin, de 65 anos, está "absolutamente saudável" e "melhor do que muitos".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos