Erupção e avalanche deixam pelo menos 14 feridos no Japão

(Atualiza com mais detalhes da catástrofe).

Tóquio, 23 jan (EFE).- Pelo menos 14 pessoas ficaram feridas em uma estação de esqui do centro do Japão, nesta terça-feira, após a erupção em um vulcão e uma avalanche de neve que aconteceram quase que simultaneamente.

Por volta das 10h (hora local) foi registrada a erupção do vulcão Kusatsu Shirane, localizado na província de Gunma, e quase ao mesmo tempo aconteceu uma avalanche na vizinha estação de esqui de Kusatsu, explicou a Agência Meteorológica do Japão (JMA), durante entrevista coletiva.

Pelo menos oito pessoas que haviam se refugiado nas instalações da estação ou se encontravam nos elevadores das pistas ficaram feridas pelas pedras projetadas pela erupção, e cinco delas estão em estado grave.

Além disso, seis soldados das Forças de Autodefesa (Exército) do Japão ficaram feridos ao ficarem soterrados pela avalanche na estação de esqui, onde realizavam treinamentos, afirmou o Ministério da Defesa.

A polícia e os bombeiros resgataram os militares, enquanto que a emissora estatal "NHK" informou sobre a busca por outra pessoa que teria desaparecido na região, ainda que este não foi confirmada pelas autoridades.

A Agência Meteorológica detectou a fumaça que emana do vulcão logo no início da manhã e os tremores vulcânicos, mas não teve tempo de ativar o alerta para as erupções vulcânicas.

O governo regional acredita que a erupção e os tremores desencadearam a avalanche, e além disso, informou que as pedras e outros detritos que emanavam do vulcão chegaram a voar mais de um quilômetro, causando danos em edifícios e teleféricos da estação de esqui.

Imagens de vídeo captadas pelo escritório de turismo local mostram a coluna de fumaça e cinzas sobre o vulcão, assim como as pedras lançadas pela erupção.

No momento da catástrofe havia aproximadamente 100 wsquiadores na estação, a maioria dos quais se refugiaram em um edifício que também ficou danificado pela avalanche e erupção, e foram evacuados pelas autoridades.

A Agência Meteorológica do Japão (JMA) elevou o nível de alerta vulcânico desde de 2 a 3, o que recomenda não se aproximar do vulcão.

As autoridades japonesas tentam esclarecer se a explosão no vulcão desencadeou a avalanche, enquanto que o governo convocou uma reunião de emergência para analisar a situação e coordenar os trabalhos de resgate.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos