Pelo menos 5 civis morrem após ataque turco em Afrin na Síria

Beirute, 26 jan (EFE).- Pelo menos cinco civis morreram nesta quinta-feira, entre eles duas crianças, por causa de disparos da artilharia turca contra o enclave curdo-sírio de Afrin, no noroeste do país, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

Os projéteis tiveram como alvo a área de Mabatali, segundo a fonte sem dar mais detalhes.

Com estas vítimas, já chega a 36 o número de civis mortos pelos ataques aéreos e de artilharia turca em Afrin desde o início da ofensiva do exército da Turquia, apoiado por grupos rebeldes sírios, contra a milícia curdo-síria Unidades de Proteção do Povo (YPG, na sua sigla em curdo), que controla esse enclave.

A esses mortos se somam outros dois civis que faleceram esta semana em Kalyibrin, também em Aleppo e dominado pelas facções opositoras sírias pró-turcas, por fogo das YPG.

Segundo o Observatório, os combates entre ambos os grupos continuam hoje em dez eixos de Afrin e se estendem desde as áreas de Qustul Yandu e o monte Barsaya, no nordeste da região, até Hamam, no sudoeste.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos