ONU condena ataque terrorista "fatal" em Kabul

Nações Unidas, 27 jan (EFE).- O secretário-geral da ONU, António Guterres, condenou neste sábado o ataque terrorista "fatal" que deixou 95 mortos em Kabul, cuja autoria foi atribuída aos talibãs.

"Os ataques indiscriminados contra os civis são uma grave violação dos direitos humanos e das leis humanitárias internacionais e nunca podem ser justificados", afirmou Guterres em um comunicado divulgado através do seu porta-voz.

O chefe das Nações Unidas apontou a necessidade de os responsáveis pelos ataques responderem à Justiça e expressou seus pêsames às famílias das vítimas.

O atentado suicida ocorreu quando uma ambulância carregada com explosivos explodiu em uma movimentada área do centro de Cabul. Além dos 95 mortos, o ataque deixou 158 feridos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos