Topo

Destroços de avião iraniano desaparecido desde domingo são localizados

Arya Jafari/Xinhua
Equipes de resgate trabalham no Montanha Dena, onde foram localizados os destroços Imagem: Arya Jafari/Xinhua

2018-02-20T05:52:00

20/02/2018 05h52

Os destroços do avião da companhia Aseman desaparecido no último domingo com 66 pessoas a bordo foram encontrados nesta terça-feira em uma área montanhosa do centro do Irã, anunciaram os Guardiães da Revolução iraniana.

O porta-voz deste corpo de elite, o general de brigada Ramezan Sharif, informou que os helicópteros da força aeroespacial dos Guardiães detectaram o avião no alto da Montanha Dena.

O departamento de Resgate do Crescente Vermelho iraniano também confirmou que os destroços restos do avião, um ATR-72, foram encontrados nesta zona.

O Crescente Vermelho iraniano informou que quatro helicópteros seguem para o local do acidente para resgatar os corpos dos passageiros e tripulantes que viajavam no avião.

As 66 pessoas a bordo do avião tiveram suas mortes confirmadas no próprio domingo, embora os destroços da aeronave não tido localizados até hoje por conta da má condição meteorológica.

A busca se concentrou desde o início na montanha Dena, da cordilheira Zagros, entre as províncias de Ispaão e Kohkiluyeh e Buyer Ahmad.

Finalmente, os destroços foram achados no cume Noghol, pertencente à província de cume Noghol, segundo o diretor-geral de gestão de crise local, Ali Vafai Moqadam.

Todas as forças do país participaram das operações de busca, desde a Polícia ao Exército e os Guardiães da Revolução, embora os helicópteros não tinham conseguido se aproximar até agora do local do acidente por causa do mau tempo.

O ATR-72 saiu do Aeroporto Internacional de Mehrabad, em Teerã, às 8h (hora local) do último domingo com destino à cidade de Yasuy, e desapareceu do radar cerca de 50 minutos depois.