Mina explode e mata 6 soldados do Mali

Bamaco, 28 fev (EFE).- Pelo menos seis soldados das Forças Armadas do Mali (Fama) morreram na explosão de uma mina enterrada numa estrada da região de Segou, no centro do país, informaram fontes militares nesta quarta-feira.

Os militares se dirigiam ontem à noite para Dioura quando o veículo em que estavam passou por cima da bomba. Além dos seis mortos, vários soldados ficaram gravemente feridos, mas a quantidade de pessoas não foi revelada.

Embora por enquanto não exista reivindicação alguma, este tipo de mina geralmente é colocada por células jihadistas ativas no centro e no norte do Mali e que tentam desestabilizar o governo de Bamaco.

Hoje, quatro "boinas azuis" da Organização das Nações Unidas (ONU) morreram e outros quatro ficaram feridos, na explosão de uma mina na passagem do carro pela região de Mopti (centro), segundo a organização. A missão de paz da no Mali, a Minusma, se transformou nos últimos anos na mais perigosa de todas que a ONU possui no mundo e sofre continuamente com ataques dos grupos terroristas ativos no país.

Por outro lado, fontes locais informaram à Efe hoje que um sargento da Fama foi assassinado ontem à noite, também em Mopti.

A instabilidade que castiga o Mali começou com o golpe de Estado de 2012, quando grupos rebeldes, junto com organizações jihadistas, tomaram o controle do norte do país durante dez meses.

Os jihadistas teoricamente foram expulsos em 2013 graças a uma intervenção militar internacional liderada pela França, mas extensas áreas do país, principalmente no norte e no centro, escapam ao controle estatal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Receba por e-mail as principais notícias sem pagar nada.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos