Nicarágua derroga reforma da previdência que gerou onda de protestos

Manágua, 22 abr (EFE).- O governo da Nicarágua derrogou neste domingo as reformas à previdência social que causaram protestos populares que, desde a quarta-feira, deixaram ao menos 27 mortos, segundo dados de organizações dos direitos humanos do país, mais uma centena de feridos e danos a estabelecimentos comerciais e outros imóveis.

O Conselho Diretor do Instituto Nicaraguense de Seguridade Social (INSS) concordou em revogar as duas resoluções que serviram como "estopim para que se iniciasse esta situação", disse o presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, em mensagem à população.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos