Malásia realiza maior apreensão de metanfetamina da sua história

Bangcoc, 28 mai (EFE).- As autoridades da Malásia apreenderam mais de 1,2 tonelada de metanfetamina, o maior confisco de sua história, que teria chegado ao país escondido em um navio procedente de Mianmar e deteve cinco pessoas.

A droga, camuflada como uma carga de chá, foi avaliada em 71 milhões de ringgits (US$ 17,8 milhões), declarou para a imprensa o diretor-geral de Alfândegas, Subromaniam Tholasy.

"Este é o maior confisco da nossa história em termos de valor e peso (...) Acreditamos que a máfia envolvida tenha vínculos com outra em Mianmar", declarou o oficial, segundo o canal "Star Tv".

A brigada antinarcóticos encontrou a metanfetamina na semana passada em um supermercado do estado de Selangor, ao lado de Kuala Lumpur, onde deteve os suspeitos.

Os entorpecentes estavam guardados em centenas de bolsas de uma marca de chá e que a princípio enganou o exame de Alfândegas como produto "comestível", disse Subromaniam.

Três birmaneses e dois malaios foram detidos durante a operação, que também apreendeu uma pequena quantidade de heroína e um milhão de cigarros de contrabando.

A carga chegou ao país em navio com mercadorias procedentes do porto de Yangun - a cidade mais povoada de Mianmar e antiga capital -, segundo a Polícia.

A Malásia sentencia à forca os declarados culpados de narcotráfico.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos