PUBLICIDADE
Topo

Ataque suicida em comício deixa 12 mortos e 30 feridos no Paquistão

10/07/2018 17h46

Islamabad, 10 jul (EFE).- Um atentado suicida contra um comício de um partido regional do noroeste do Paquistão deixou pelo menos 12 mortos e 30 feridos nesta terça-feira, faltando duas semanas para as eleições gerais do país.

O atentado ocorreu no fim da noite, quando um terrorista explodiu as bombas que carregava no evento organizado pelo Partido Nacionalista Awami (ANP), em Peshawar, capital da província de Khyber Pakhtunkhwa.

Segundo o porta-voz da política de Peshawar, Gul Zaman, entre os mortos está o político Haroon Bilour. O pai dele também morreu em um atentado suicida ocorrido em 2012.

Zaman disse que cerca de 200 pessoas estavam no comício e que cerca de 30 delas ficaram feridas na explosão, sendo levadas pelas equipes de resgate a um hospital da região.

O ANP é um partido laico e moderado que representa os pashtuns, etnia majoritária entre os talibãs e de grande parte da população em Kyber Pakhtunkhwa. O grupo faz atualmente parte da oposição na província depois de governá-la entre 2008 e 2013.

Muitos membros do ANP foram atacados no passado pelos talibãs e por grupos insurgentes próximos à organização terrorista, que tem grande presença na região e em áreas tribais próximas que fazem fronteira com o Afeganistão.

Este foi o primeiro atentado com mortes na campanha eleitoral para o pleito do próximo dia 25 de junho.

Apesar do ataque, a violência tem registrado queda no país. No ano passado, 1.260 pessoas morreram em atentados terroristas, o número mais baixo em dez anos, de acordo com o Portal de Terrorismo do Sul da Ásia, que estuda os incidentes na região.