Guarda Costeira da Líbia intercepta 104 imigrantes perto de Trípoli

Trípoli, 12 jul (EFE).- A Guarda Costeira da Líbia interceptou nesta quinta-feira 104 pessoas que estavam em uma embarcação precária que saiu do litoral do país rumo à Europa.

O porta-voz da Marinha ligada ao governo apoiado pela ONU, Ayub Qasem, disse que os imigrantes, a maioria deles da Eritréia, foram encontrados no litoral de Al Hamis, nos arredores de Trípoli, e considerada como um núcleo das máfias de tráfico de pessoas.

"Entre os resgatados havia 74 homens e 13 mulheres nascidos na Eritréia, sete do Marrocos, quatro do Sudão, quatro do Egito e um da Gâmbia. Todos foram enviados a uma base militar da capital, onde receberam ajuda humanitária", explicou o porta-voz.

As praias que se estendem entre Trípoli e a fronteira com a Tunísia se transformaram nos últimos dois anos no principal reduto das máfias que enviam imigrantes em embarcações precárias pelo Mar Meditêrraneo, apesar da presença das guardas costeiras dos países europeus e de ONGs.

Segundo dados da Organização Internacional para as Migrações (OIM), mais de 171 mil imigrantes ilegais conseguiram chegar à Europa em 2017. Mais de 3 mil deles morreram no caminho.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos