PUBLICIDADE
Topo

Governo francês solicita avaliação da eficácia da homeopatia

24/08/2018 10h38

Paris, 24 ago (EFE).- O Ministério de Saúde da França solicitou à comissão de transparência da Alta Autoridade de Saúde (HAS) que investigue e avalie a eficácia da homeopatia para decidir se mantém seu subsídio, confirmaram nesta sexta-feira à Agência Efe fontes ministeriais.

Este método terapêutico conta com 30% de subsídio concedido pela Seguridade Social da França.

"Um dos elementos que nos fizeram tomar esta decisão foi que uma parte está subsidiada", declararam à Agência Efe as fontes.

A pedido da ministra de Saúde, Agnès Buzyn, que segundo o Ministério foi divulgado por um erro interno, abre o processo para o primeira análise científica na França deste sistema de medicina alternativa, cujas conclusões são esperadas para fevereiro de 2019, revelou hoje o jornal "Le Parisien".

A homeopatia está baseada na doutrina de "o similar cura o similar" fundada em 1796 pelo médico alemão Samuel Hahnemann, que pretende curar certas doenças fornecendo pequenas quantidades das mesmas substâncias que as provocam.

As "pequenas bolinhas brancas" e outros produtos baseados nesse mesmo princípio representaram na França em 2016 um mercado avaliado em 620 milhões de euros, segundo os últimos números citados pelos veículos de imprensa franceses.

O sindicato nacional de homeopatas franceses entrou com uma ação em julho passado contra médicos que assinavam uma tribuna na qual alertavam contra uma lista de "remédios alternativos" liderada pela homeopatia.