PUBLICIDADE
Topo

Explosão em edifício residencial deixa 3 mortos e 79 desaparecidos na Rússia

31/12/2018 07h14

Moscou, 31 dez (EFE).- Pelo menos três pessoas morreram e outras 79 estão desaparecidas após o desabamento parcial de um edifício residencial, nesta segunda-feira, na cidade de Magnitogorsk, na região de Cheliabinsk (Rússia) supostamente por causa de uma explosão de gás,.

De acordo com informações das autoridades locais, as equipes de salvamento encontraram três corpos entre os escombros, mas também conseguiram resgatar já várias pessoas, entre elas uma criança com ferimentos de diversas gravidades.

Por enquanto, não se sabe se todos os desaparecidos estavam em suas casas quando aconteceu a queda de sete dos nove andares do prédio, que foi supostamente provocado por uma explosão de gás ocorrida por volta das 6h (hora local).

Alguns moradores "podem estar sob os escombros, em casa de parentes ou até mesmo de férias", comentou Oleg Klimov, vice-governador de Cheliabinsk.

Segundo o Ministério para Situações de Emergência da Rússia, nos 48 apartamentos danificados, residiam oficialmente 110 pessoas, das 20 conseguiram escapar ilesos.

No total, mais de 1 mil pessoas moram no edifício, e o trabalho de resgate é dificultado pelas baixas temperaturas, em torno de 0 graus abaixo de zero em Magnitogorsk, perto da fronteira com o Cazaquistão.

A ministra da Saúde russa, Veronika Skvortsova, e o de Situações de Emergência, Yevgeny Zinichev, viajaram para Magnitogorsk para coordenar as operações de assistência por ordem do presidente, Vladimir Putin. EFE