PUBLICIDADE
Topo

FSD dizem que EI controla menos de 15 quilômetros quadrados no leste da Síria

24/01/2019 13h42

Beirute, 24 jan (EFE).- As Forças da Síria Democrática (FSD), uma aliança armada liderada por curdos, afirmaram nesta quinta-feira que o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) controla neste momento menos de 15 quilômetros quadrados no leste do país.

O EI "controla agora menos de 15 quilômetros quadrados. As FSD fizeram um tremendo progresso nas últimas semanas limpando uma grande área e encurralando o EI", indicou no Twitter o porta-voz das FSD, Mustafa Bali.

Bali afirmou que o autoproclamado "Califado" está dando seu "último suspiro" em Al Marashida e Al Baguz.

Ambas as localidades se encontram em áreas do sul da província síria de Deir ez-Zor, fronteiriça com o Iraque, onde as milícias das FSD, com apoio da coalizão internacional, desenvolveram uma intensa campanha nos últimos meses.

O porta-voz de Relações Exteriores do Movimento para uma Sociedade Democrática, pertencente às FSD, Kamal Akef, confirmou hoje à Agência Efe por telefone que a cidade de "Mozan foi conquistada" pela aliança curda.

O porta-voz acrescentou que esta cidade "é a última" sob o domínio dos radicais no leste do rio Eufrates.

As FSD já tinham antecipado ontem em comunicado que suas forças tinham conseguido tomar o controle de Mozan, perto da cidade de Al Sousse, no leste de Deir ez-Zor.

Ontem, Bali disse que "centenas de famílias do EI, muitas delas não sírias, fugiram do último reduto do grupo recentemente", mostrando as carteiras de identidade de uma mulher de nacionalidade filipina.

O Observatório Sírio de Direitos Humanos foi documentando ao longo dos últimos dias a fuga de milhares de pessoas que estavam presas no território dominado pelos radicais. EFE