PUBLICIDADE
Topo

Peruana de 122 anos quer ser reconhecida como a mulher mais longeva do mundo

13/03/2019 19h05

Lima, 13 mar (EFE).- Aos 122 anos, a peruana Andrea Gutiérrez Cahuana quer ter o título de mulher mais longeva do mundo, informou a imprensa local nesta quarta-feira.

O título da pessoa viva mais velha do planeta é atualmente da japonesa Kane Tanaka, de 116 anos, de acordo com o Guinness Book.

Nascida em 25 de maio de 1896, a peruana também tem condições de desbancar a francesa Jeanne Calment, que ostenta o recorde da pessoa mais longeva da história ao viver 122 anos e 164 dias.

Andrea Gutiérrez nasceu em Oyolo, um pequeno povoado dos Andes. O ano do seu nascimento coincidiu com os primeiros Jogos Olímpicos modernos em Atenas.

Atualmente ela vive em uma casa simples em Arequipa, a segunda maior cidade do Peru, com o filho e a nora, que têm 80 anos. Por estar perto de completar 123 anos, as autoridades regionais designaram um médico e uma cuidadora para vistas periódicas na casa de Andrea, que está bem de saúde, de acordo com o médico Carlos Chaiña. EFE