PUBLICIDADE
Topo

Rússia segue atingindo recordes em indicadores da pandemia da Covid-19

26/11/2020 13h13

Moscou, 26 nov (EFE).- A Rússia registrou nesta quinta-feira os recordes de casos de infecção pelo novo coronavírus e mortes por Covid-19 desde o início da pandemia da doença, segundo boletim divulgado pelas autoridades locais.

Ao todo, foram 25.487 positivos notificados, mais de 1 mil do que a véspera. Já a quantidade de óbitos foi de 524, contra 507 de ontem, na primeira vez que o número de vítimas ultrapassou a barreira da metade do milhar.

Desde março deste ano, quando começou a propagação do patógeno no território russo, foram contabilizados 2.187.990 casos de infecção e 38.062 mortes.

De acordo com o balanço apresentado hoje, mais 25.073 se recuperaram da presença do novo coronavírus no coronavírus, o que faz o total chegar a 1.685.492.

Epicentro da pandemia na Rússia, Moscou teve nas últimas 24 horas a notificação de 6.075 casos e 73 falecimentos.

Hoje, o prefeito da capital, Sergey Sobyanin, anunciou a prorrogação de algumas restrições até 15 de janeiro, como o confinamento dos idosos e a determinação de trabalho remoto para 30% dos funcionários de empresas públicas e privadas.