PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Argentina pede a Guterres que interceda junto ao Reino Unido sobre Malvinas

23/06/2021 04h09

Buenos Aires, 22 jun (EFE).- O ministro de Relações Exteriores da Argentina, Felipe Solá, pediu nesta terça-feira para o Secretário Geral das Nações Unidas, António Guterres, interceder junto ao Reino Unido para que retomar as negociações sobre a soberania das Ilhas Malvinas.

Em uma reunião com Guterres em Nova York, o ministro reiterou seu apoio ao que definiu como "missão de bons ofícios" confiada pela Assembleia Geral ao secretário-geral, cujo objetivo é fazer com que a Argentina e o Reino Unido voltem à mesa de negociações.

"Isso vai de acordo com o mandato estabelecido e reiterado em numerosas resoluções desta assembleia e de seu comitê especial de descolonização", destaca o comunicado do Ministério de Relações Exteriores argentino divulgado hoje.

Solá está em Nova York para participar nesta quinta-feira de uma sessão do Comitê de Descolonização da ONU sobre a Questão das Malvinas.

No último dia 10, o presidente da Argentino, Alberto Fernández, declarou haver a necessidade de reivindicar todos os dias os direitos sobre as Malvinas, cuja soberania é mantida pelos britânicos desde 1833 e historicamente reivindicada pelo país sul-americano. Essa necessidade segue intocada e deve ser uma regra da política externa do nosso país", destacou.

"MULTILATERALISMO SOLIDÁRIO".

Durante a reunião com Guterres, Solá reafirmou a intenção do governo argentino con um "multilateralismo solidário" em meio à crise provocada pela pandemia da Covid-19.

Também repetiu a posição do país em favor de "uma liberalização dos direitos de patente sobre vacinas e suprimentos médicos críticos para combater a pandemia", segundo a nota oficial.

OBJETIVOS DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL.

O ministro das Relações Exteriores da Argentina e o secretário-geral também discutiram a Agenda para as Metas de Desenvolvimento Sustentável (ODS) para 2030. A iniciativa da ONU se propõe a abordar novas áreas, como mudança climática, desigualdade econômica, inovação, consumo sustentável, paz e justiça.

"A Argentina está totalmente comprometida em cumprir as metas econômicas, sociais e ambientais para os próximos anos", destacou o comunicado do Ministério.

Solá e Guterres também discutiram o processo preparatório para a Cúpula de Sistemas Alimentares, que busca tomar medidas globais para transformar os sistemas alimentares e reduzir as doenças relacionadas.

Na reunião, o ministro foi acompanhado pelo secretário de Malvinas, Antártica e Atlântico Sul da Argentina, Daniel Filmus, e pela representante permanente do país nas Nações Unidas, María del Carmen Squeff.