PUBLICIDADE
Topo

Conteúdo publicado há
1 mês

Oposição responsabiliza Maduro por "emergência humanitária complexa"

07/12/2021 05h11

Caracas, 6 dez (EFE).- A oposição liderada por Juan Guaidó culpou o governo de Nicolás Maduro nesta segunda-feira pelo que definiu como "complexa emergência humanitária" pelo que a Venezuela vem passando e que foi agravada pela pandemia da Covid-19.

Em comunicado divulgado pelos opositores, a ex-deputada Dinorah Figuera declarou que o governo mantém a população em "doença e morte", por não ter uma resposta às patologias de que sofrem devido à escassez de recursos. Maduro culpa bloqueio e sanções dos Estados Unidos, da União Europeia e de outros países.

"Os venezuelanos não têm resposta para suas doenças porque os centros de saúde não têm os recursos necessários para fornecer aos doentes os cuidados que eles precisam e merecem", explicou Figuera, de acordo com a nota.

A ex-deputada denunciou que não há recursos humanos nem financeiros adequados, nem equipamentos para atender aos pacientes com doenças crônicas.

A ex-parlamentar ainda afirmou que atualmente os únicos pacientes tratados nos hospitais são aqueles internados com Covid-19, mas não especificou se se referia a todas as instalações hospitalares nem apresentou qualquer prova sobre suas declarações. EFE