Giro UOL traz os destaques da noite desta terça, 27/09, para você; ouça

Do UOL, em São Paulo

Novos réus

O STF decidiu, por unanimidade, abrir ação penal contra a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e o marido dela, o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo. Eles são suspeitos de terem recebido de forma ilegal R$ 1 milhão para a campanha de Gleisi ao Senado em 2010. Dessa forma, eles se tornaram réus na ação.

Segundo a denúncia da Procuradoria-Geral da República, o dinheiro teria origem no esquema do chamado petrolão, investigado pela Operação Lava Jato, e teria sido repassado à campanha de Gleisi com o objetivo de manter no cargo o então diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa, hoje um dos principais delatores do esquema de corrupção na estatal.

Leia mais

 

Ficou só na bronca

Depois de gerar polêmica por ter antecipado o anúncio da 35ª fase da Lava Jato, o ministro da Justiça, Alexandre Moraes, foi mantido no cargo pelo presidente Michel Temer.

No último domingo, Moraes deu a entender que tinha acesso a informações da operação que só a Polícia Federal deveria ter. Preocupado com acusações de uso político da Lava Jato, Temer chegou a cogitar a saída do ministro, mas apenas o repreendeu em reunião na manhã de hoje.

Leia mais



Mensagens comprometedoras

Com base em mensagens de e-mail de executivos da Odebrecht, a Polícia Federal organizou uma lista de casos em que a empreiteira é suspeita de ter pagado propina a políticos para obter vantagens indevidas em contratos com o poder público.

Entre elas estão mensagens com pedidos de pagamentos referentes a obras das linhas 2-Verde e 4-Amarela do Metrô de São Paulo. Em um e-mail de 2004, o diretor da Odebrecht responsável pelo contrato da Linha 4, Marcio Pellegrini, fala em um pagamento de R$ 500 mil. Esse dinheiro seria uma ajuda de campanha tendo em vista 'interesses locais' da empreiteira. A PF ainda não descobriu quem foi o destinatário.

Leia mais



Tucanos na mira

O Ministério Público entrou com uma ação na Justiça Eleitoral para cassar a chapa do PSDB formada por João Dória e Bruno Covas, que disputa a prefeitura de São Paulo. A ação também pede que o governador paulista, Geraldo Alckmin, fique inelegível por abuso de poder.

Para a acusação, Alckmin teria entregado a Secretaria Estadual do Meio Ambiente a Ricardo Salles para comprar apoio do PP, que faz parte da coligação de Doria.

Leia mais



Liberdade do voto

A partir de hoje, cinco dias antes do primeiro turno das eleições de 2016, nenhum eleitor pode ser preso ou detido, a não ser em flagrante ou para cumprimento de sentença criminal.

De acordo com o calendário eleitoral, essa garantia é válida até 48h depois das eleições, ou seja, até a terça-feira, dia 4, às 17h.

Leia mais



Mercado financeiro

Após dois dias de perdas, a Bolsa voltou a subir, e fechou com ganhos de 0,57%, com 58.382,49 pontos. O resultado foi puxado, principalmente, pelo desempenho positivo das ações da Vale e dos bancos Bradesco, Itaú Unibanco e Banco do Brasil.

No mercado de câmbio, o dólar comercial teve queda de 0,5%, cotado em R$ 3,231 na venda.

Leia mais

 

Previsão de inflação

O Banco Central calcula que a economia brasileira vai encolher 3,3% neste ano. Já para a inflação, a estimativa é que ela chegará a 7,3%. Os dados saíram no relatório trimestral de inflação.

Com isso, a alta dos preços deve ficar, pelo segundo ano seguido, acima da meta de 6,5% estabelecida pelo governo. Em 2015, a inflação somou 10,67%, a maior taxa desde 2002.

Leia mais



De volta à estaca zero

O Tribunal de Justiça de São Paulo anulou os julgamentos que condenaram 74 policiais militares pelo massacre do Carandiru, em 1992. No episódio, 111 presidiários foram mortos em uma ação da PM.

O relator do processo, o desembargador Ivan Sartori, disse que houve legítima defesa dos policiais no caso. Com a anulação, os julgamentos podem ser refeitos. A Promotoria vai recorrer da decisão no STJ.

Leia mais
 


Novos calendários

A Conmebol anunciou mudanças no calendário das duas principais competições entre clubes da entidade. A Copa Libertadores da América vai ser disputada ao longo de toda temporada, de fevereiro a novembro. Com isso, a duração do torneio vai aumentar de 27 para 42 semanas. Outra novidade é que a Libertadores vai ter final única em um campo neutro.

A Copa Sul-Americana também foi ampliada, e vai começar mais cedo. A competição vai acontecer entre os meses de junho e dezembro. As mudanças vão valer já em 2017.

Leia mais



Rango bom

Deu Peru de novo na lista dos melhores restaurantes da América Latina. O Central, dos chefs Virgilio Martinez e Pia Leon, ficou pelo terceiro ano consecutivo no topo do ranking da versão latino-americana do prêmio 50 Best. A premiação foi ontem, na Cidade do México.

A competição foi também bastante favorável para os restaurantes do Brasil. O país teve nove representantes na lista de 2016. O mais bem colocado foi o D.O.M, de Alex Atala, que ficou em terceiro.

Leia mais



Nu com a mão no bolso

O modelo Paulo Zulu admitiu que ele mesmo foi o responsável pela publicação de uma foto na internet em que aparece nu. De acordo com ele, o episódio aconteceu por descuido e não por uma tentativa de autopromoção.

Antes, Zulu chegou a afirmar que o perfil dele no Instagram tinha sido hackeado e até procurou uma delegacia.

Leia mais

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos