Kim Kardashian e site encerram processo sobre alegações de assalto forjado

(Reuters) - A estrela de reality show Kim Kardashian retirou na segunda-feira uma ação de difamação contra um site que afirmou que ela forjou um assalto à mão armada em Paris, depois que os dois lados resolveram a disputa com um acordo, disse seu advogado.

Kardashian desistiu da ação judicial apresentada neste mês em Nova York contra o site norte-americano de fofocas de celebridade MediaTakeOut, de acordo com um documento de um tribunal. A ação foi retirada sem prejuízo, o que significa que Kardashian pode reapresentá-la.

"O assunto foi resolvido de forma satisfatória para as partes. Consequentemente, descartamos a ação voluntariamente hoje", disse Andrew Brettler, da firma Lavely and Singer, de Los Angeles, por email.

O MediaTakeOut havia noticiado que Kardashian, de 35 anos, forjou o assalto e depois fez uma reivindicação de seguro fraudulenta. O site não respondeu a um pedido de comentário.

A polícia da França disse que Kardashian foi assaltada à mão armada e que cerca de 10 milhões de dólares em joias foram levados por homens mascarados que a amarraram em seu apartamento parisiense no começo do dia 3 de outubro.

O processo exigia uma indenização não especificada por difamação e apontava o MediaTakeOut.com e seu fundador, Fred Mwangaguhunga, como réus.

Kardashian foi criticada por se tornar vulnerável publicando fotos de seu anel de noivado de 4 milhões de dólares e outras joias nos dias que antecederam a agressão em Paris.

(Por Ian Simpson, em Washington)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos