Com bandeira amarela, consumidor de energia terá custo adicional em novembro

SÃO PAULO (Reuters) - A bandeira tarifária para o mês de novembro no Brasil será amarela, o que representa custo de 1,50 real a cada 100 kWh consumidos, informou nesta sexta-feira a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), citando uma situação menos favorável nos reservatórios das hidrelétricas.

Com a condição hidrológica menos favorável, foi determinado o acionamento de térmica com Custo Variável Unitário (CVU) acima de 211,28 reais e consequente impacto no custo marginal de operação (CMO) em todos os submercados, explicou a Aneel em nota.

As bandeiras tarifárias foram criadas pela Aneel com o objetivo de sinalizar aos consumidores os custos reais da geração de energia elétrica. Nos últimos meses, a bandeira ficou verde, o que não representa custo adicional.

(Por Luciano Costa e Roberto Samora)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos