Saudi Aramco diz que Embraer pagou propina a funcionário na compra de 3 aviões

(Reuters) - A petroleira estatal Saudi Aramco, da Arábia Saudita, disse nesta sexta-feira que uma auditoria interna realizada em 2012 revelou irregularidades em uma transação envolvendo a companhia e a fabricante brasileira de aviões Embraer.

A Saudi Aramco informou que um de seus empregados recebeu propina da Embraer para facilitar a compra de três aeronaves e que a companhia brasileira foi excluída de qualquer negócio desde então e no futuro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos