Volks lança serviço de transportes urbanos em Ruanda dentro de expansão na África

NAIROBI/KIGALI (Reuters) - A Volkswagen produzirá carros no Quênia e em Ruanda e dará início a um serviço em Kigali, com a montadora alemã expandindo os modelos de transportes sob demanda em mercados em que o rival Uber não ganhou força.

Os mercados emergentes com sistemas de transportes ruins se tornaram um território essencial para o estabelecimento de novos serviços de mobilidade, com o Uber competindo com rivais mais novos, como Ola, financiado pelo japonês Softbank e a chinesa Didi Chuxing.

A Volkswagen, que está desenvolvendo veículos elétricos e novos serviços enquanto tenta superar seu escândalo de emissões de diesel, disse nesta quinta-feira que assinou um memorando de entendimento em Kigali, capital de Ruanda.

"A Volkswagen quer fortalecer sua presença em mercados emergentes. É por isso que a África está no topo de nossa agenda", disse o diretor de marca da Volkswagen, Herbert Diess.

Ruanda é vista como um bom mercado, porque a competição é menos intensa. O Uber opera em vários países africanos, incluindo o Quênia, onde foi lançado no início de 2015 e agora enfrenta competição local.

A Volkswagen começou a expansão para o setor de transportes urbanos por aplicativo em maio, quando investiu 300 milhões na Gett, uma empresa que quer superar o Uber ao recusar-se a aumentar o preço em períodos de pico.

(Por Aaron Maasho e Clement Uwiringiyimana)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos